6

Linha do Tempo

Sonhar e acreditar nos fez chegar até aqui.

A regulamentação da Profissão de Educação Física, com a promulgação da Lei 9.696/98, estabeleceu um marco em nosso país: modificou o foco da atividade física, da estética e modismo para sinônimo de cultura, vida saudável, desenvolvimento humano e inclusão social. Nos últimos 20 anos, houve muito trabalho para alcançar tais conquistas.

  • 1998

    Ratificação do Profissional de Educação Física entre as categorias de profissionais da Saúde pelo Conselho Nacional de Saúde, por meio da Resolução CNS 287/1998.

    Regulamentação da Profissão de Educação Física.

    Criação do Conselho Federal de Educação Física.

  • 1999

    Criação dos Conselhos:

    CREF1/RJ-ES, CREF2/RS, CREF3/SC, CREF4/SP, CREF5 (abrangendo todos os estados da região Norte e Nordeste) e CREF6/MG-GO-TO-MT-MS-PR-DF.

    Elaboração do Estatuto da Profissão e identidade do Sistema CONFEF/CREFs.

  • 2000

    Publicação da Carta Brasileira da Educação Física.

    Criação do Código de Ética dos Profissionais de Educação Física.

  • 2001

    Criação dos Conselhos:

    CREF7/DF, CREF8/AC-AP-AM-PA-RO-RR, CREF9/PR, CREF10/PB-RN e CREF11/MS-MT.

    Criação do Documento de Intervenção do Profissional de Educação Física.

  • 2002

    Padronização da Cédula de Identidade Profissional (CIP) em todo território nacional.

    Inclusão do Profissional de Educação Física na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), família 2241.

  • 2003

    Criação dos Conselhos:

    CREF12/PE-AL e CREF13/BA-SE.

    Inclusão da obrigatoriedade da Educação Física na Educação Básica pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

  • 2004

    Campanha de valorização profissional ganha proporções nacionais e chega à TV aberta.

    Realização de campanha em defesa da exigência da Cédula de Identidade Profissional.

  • 2005

    Publicação dos documentos: Guia de princípios de conduta ética do estudante de Educação Física e Carta Brasileira de Prevenção Integrada na Área da Saúde.

  • 2006

    Criação da Frente Parlamentar em Defesa da Atividade Física para o Desenvolvimento Humano no Congresso Nacional.

    Sancionada a lei que institui o dia 1º de setembro como o Dia do Profissional de Educação Física.

  • 2007

    Lançamento do Atlas do Esporte.

  • 2008

    Criação do Conselho:

    CREF14/GO-TO.

    Inclusão do Profissional de Educação Física nas Equipes de Saúde da Família do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

  • 2010

    Derrubada do PL que previa que atletas pudessem atuar como "monitores".

    Publicação da obra "Recomendações sobre condutas e procedimentos do Profissional de Educação Física na atenção básica à saúde".

  • 2012

    Promoção de campanha nacional de combate à obesidade infantil pelo Sistema CONFEF/CREFs.

    Publicação da Nota Técnica sobre avaliação física em programas de exercícios físicos e desportivos.

  • 2013

    Inclusão do Profissional de Educação Física na tabela de Serviços Especializados dos Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES) para atuação no serviço de atenção Psicossocial do Ministério da Saúde.

  • 2014

    Publicação da obra "Recomendações para a Educação Física Escolar".

  • 2015

    Criação dos Conselhos:

    CREF15/PI - MA, CREF16/RN, CREF17/MT e CREF18/PA-AP.

    Mobilização da categoria contra o exercício ilegal da profissão com a campanha #EuTenhoCREF.

    Publicação da obra "Intervenção profissional e formação superior em Educação Física: Articulação necessária para a qualidade do exercício profissional".

  • 2016

    Criação dos Conselhos:

    CREF19/AL e CREF20/SE.

  • 2017

    Garantia da obrigatoriedade da Educação Física no Ensino Médio.

  • 2018

    CONFEF

    Comemoração de 20 anos da regulamentação da profissão de Educação Física.